ptairsoft.org
[PT] Airsoft


Mostrar Mensagens

Esta secção permite-lhe ver todas as mensagens colocadas por este membro. De realçar que apenas pode ver as mensagens colocadas em zonas em que você tem acesso.


Mensagens - SCAM_FLAG

Páginas: 1 2 3 ... 5
1
Projectos DIY / Re: Oferta dos BAT a Adapt ,Apd no seu 1º aniversario
« em: Outubro 06, 2012, 19:43:05 pm »
XXXiiii.... o que este homem nos foi fazer!!!!...  :D  :D

Agora temos que continuar a organizar jogos de 2ª Guerra Mundial...!!!   ;D ;D  ;)


Camaradas BAT:

É um prazer conviver convosco e sentir a reciprocidade deste sentimento.

Este vosso presente, além de entusiasmante pelo artefacto em si, é um exemplo de partilha e postura edificante para todos nós, praticantes de Airsoft.

Como amigo, reencenador e ADAPT'ado, estou todo babadinho e ansioso por utilizar este maravilhoso presente dos BAT.

Até estou disposto a comparecer no próximo evento, de cuecas côr-de-rosa de fio dental, como forma de agradecimento!!!   ;D

Mas só deixo o Matos ver... e tocar, claro!!! O Batalhão todo não, senão saio de lá com uma dor ao fundo das costas...   ???
(Raios... eu bem digo que este desporto é plenamente "gay" ou "transexual"   :o )

Um enorme agradecimento aos BAT, com uma "festinha" especial ao nosso Matos.

Um forte BEM-HAJA para todos vós.

Bandeira

P.S.: E para os reencenadores American Moviestars que possam estar já com aquela gula de... ah e tal, mais um dispositivo aliado para chagar os alemães... fiquem já a saber que os SCAM'stein estão já a planear o roubo deste artefacto, bem como do recrutamento do cientista seu criador... Por isso, contem com esta Blaster Machine a rebentar-vos nas bentas!!!!   :P :P

2
Rescaldos / Re: Rescaldo Op. Overlord "WW2 SERIES 2011" 26-27 fEV. 2011
« em: Outubro 06, 2012, 18:16:56 pm »
Obrigado pelo teu achado Raze ;D

Olha olha... os fuzilados também falam (isto é... escrevem)!!!!  ;D ;D

3
Geral / Re: Acidentes....Facebook
« em: Outubro 05, 2012, 04:16:49 am »
Caro camarada Dracula:

Desde já peço desculpa por comentar uma fotografia partilhada ao público em geral e respectivos comentários, também abertos ao público geral.

Ou seja, pelos vistos invadiu-se a privacidade de uma informação partilhada publicamente, num meio de "tão pouca expansão", como é o Facebook!!!

Quem somos nós para julgar os outros...é isto que todos deveriam reflectir um pouco.

No mínimo, somos seres com opinião e com capacidade de indignação. Garantidamente não somos perfeitos e certamente alguém nos conseguirá apontar o dedo sobre algum ponto das nossas vidas...


Para eu comentar e ou criticar a imagem aqui exposta...teria de saber em que contexto é que ela ocorreu...

Aqui até concordo contigo, na ideia geral. Ou seja, de facto por vezes comentam-se situações isoladas que fora do seu contexto podem mesmo ser subvertidas em muita informação errónea, ou até maliciosa!!

Mas neste caso, se bem entendi logo no início deste tópico, o que se estava mesmo a criticar eram as respostas que "outros jogadores dão a este acontecimento".

Ora observemos o texto do 2º comentário deste tópico...

O que mais admiro é mesmo as respostas q outros jogadores dao a este acontecimento.

Além disto, não sei se reparaste, mas boa parte dos comentários aqui expostos começaram a direccionar-se não para a tal publicação no Facebook, mas sim para o vídeo que entretanto aqui foi publicado. Alerto para este ponto, pois podes não ter observado bem o conteúdo total deste tópico.


...como tal não tenho o direito de divulgar e muito menos criticar uma foto exposta numa pagina do facebook....

Não me digas que nunca divulgaste uma imagem pública, de qualquer meio da Internet?...
Nem sequer criticaste alguma foto exposta publicamente, seja no Facebook, ou noutro sítio qualquer?
Podes até optar por não o querer fazer... pois também tens esse direito!!! Mas se nunca o fizeste, digo-te sinceramente... FANTÁSTICO!!  :o


Meus amigos...não se julguem "deuses" seja do que for...e respeitem a privacidade dos outros...pois caso contrario cada vez serão menos respeitados...

Realmente há muito quem se ache um deus, seja em que meio for. Mas acho que não é o que se está aqui a passar neste tópico. Mas esta é tão-somente a minha humilde opinião.

Quanto a respeitar a privacidade dos outros... Lá está... Aqui não estamos a abordar a privacidade de quem quer que seja, pois estamos a comentar algo bastante público, certo?

Mas em todo o caso, cada um pode reagir de forma distinta a uma mesma situação e até ter diferentes interpretações sobre um mesmo acto.

Por isso, se de alguma forma te sentes indignado por alguns comentários aqui expressos (neste caso, posso apenas referir-me aos meus), resta-me terminar este comentário exactamente da mesma forma que comecei.

Ou seja, desde já peço desculpa por comentar uma fotografia partilhada ao público em geral e respectivos comentários, também abertos ao público geral.

Cumprimentos.

Bandeira

4
Rescaldos / Re: Rescaldo Op. Overlord "WW2 SERIES 2011" 26-27 fEV. 2011
« em: Outubro 05, 2012, 03:45:35 am »
Ora cá está a informação que faltava!!!

Eu sabia que havia alguém que se tinha queixado neste jogo. Mas fiquei com a ideia que foi o Rambo.

Afinal foi o "fuzilado"!!!  ;D ;D ;D

5
Noticias de Destaque / Re: ALA-FPA, APD Registada no IDP e na PSP
« em: Outubro 04, 2012, 17:22:21 pm »
...
De resto, entre candidatos a poleiros e pessoal realmente interessado, tudo se resolverá. Naturalmente que, tal como em todas as colectividades, existirão sempre quezílias e manobras de bastidor que não interessam a ninguém. Mas se nos centrarmos no positivo da questão, o menos positivo pode perdurar mas vai-se extinguindo....

É por isso conhecendo o que vi até hoje não acredito numa solução fácil... sempre haverá interesses que falarão mais alto que o airsoft.

Entendo-te perfeitamente e creio saber o que queres focar...  ;) Mas esses interesses só falarão mais alto se a maioria dos intervenientes "airsoftianos" assim o permitir!!!

Eu sei que esta minha frase é muito "bonita" e que se fosse assim tão fácil, nunca estaríamos a passar pela situação que vivemos hoje em dia no nosso país!!!  :( :(

Mas mais do que acreditar, vamos caminhar na direcção correcta. Por que razão não haveria de ser possível?  :)

Abraço.

Bandeira




6
Geral / Re: Acidentes....Facebook
« em: Outubro 04, 2012, 17:02:12 pm »
Ora aí está uma solução simples e eficaz, aquela apresentada pelo Kroko!!!  ;D ;D ;D ;D


Quanto ao vídeo apresentado, não vamos tirar conclusões precipitadas...

Não se trata de um "jogo" de airsoft, mas sim um sistema de controlo demográfico!!!   :o ;) ;D ;D

7
Noticias de Destaque / Re: ALA-FPA, APD Registada no IDP e na PSP
« em: Outubro 04, 2012, 16:57:19 pm »
Deveria existir uma APD de airsoft em cada distrito, isso permitiria aos associados participarem activamente nas decisões da APD, um dia que seja instituida pelo poder político uma Federação de Utilidade Pública do Airsoft todas as APD's terão obrigatoriamente de extinguir-se! Passariam a ser delegações distritais da Federação, os associados continuariam a participar nas assembleias-gerais das delegações distritais e por sua vez os delegados das assembleias distritais iriam representar os seus associados nas assembleias-gerais da federação.

Assim existiria uma representação real dos associados em todos os actos...

Partilho exactamente desta tua exposição. É de facto a estrutura base de qualquer desporto federado.


Nesse dia a que for escolhida para a ser a FEDERAÇÃO vai logo ter a guerra das que se extinguem, porque depois os seus "lideres" sobre o pretexto de uma união vão querer poleiro que de outra maneira nunca podiam ter.

Nesse dia gostaria sim, que houvesse união mas que quem fosse para a direcção fossem sócios das mesmas APD's que nunca tivessem tido cargos de direcção... aí começava-se tudo do zero sem poleiros para os que sempre o desejaram.

Nesse dia acredito nisto e não em interesses.

É de facto um panorama possível, mas só depende de nós!!

Se cada qual desempenhar o seu papel, o processo de constituição de uma federação será perfeitamente fluido.
E aí as associações deverão ser coerentes com os seus projectos. Apenas as siglas APD se extinguirão. De resto, o papel associativo das mesmas manter-se-á, com a responsabilidade acrescida de participar em sintonia com a Federação entretanto eleita (não propriamente escolhida entre as actuais APD's).

Pelo que me é dado a ver, desde que comecei a praticar airsoft, apenas 2 projectos surgiram com o intuito de serem Federações (FPA e FDS). As pessoas válidas envolvidas nestes dois projectos, poderão ser naturalmente as que encabeçarão o projecto federativo único. Muitas outras pessoas poderão ser apostas válidas para esse projecto.

O que não será válido, e aqui concordo contigo em pleno, é se todos acharem que devem ser a Federação, porque os outros não valem nada!!! Mas se todos forem coerentes com o seu trajecto até então, acredito que o projecto federativo seja global e globalizante, pois é esta a função de uma Federação.

De resto, entre candidatos a poleiros e pessoal realmente interessado, tudo se resolverá. Naturalmente que, tal como em todas as colectividades, existirão sempre quezílias e manobras de bastidor que não interessam a ninguém. Mas se nos centrarmos no positivo da questão, o menos positivo pode perdurar mas vai-se extinguindo.

E acreditem que neste momento da minha vida, não sou uma pessoa tão positiva como fui no passado. Mas ainda continuo a acreditar no bem comum e e na participação conjunta dos praticantes de Airsoft.

Cumprimentos.

Bandeira

8
Noticias de Destaque / Re: ALA-FPA, APD Registada no IDP e na PSP
« em: Outubro 04, 2012, 01:25:09 am »
César, revê a tua visão do papel das APD, julgo que ficou claro
que não «inventei» o termo... 8)

Tens toda a razão quanto à minha observação do termo em si. Mas por acaso apenas analisei o termo "para-federativo" em termos de português, e o que quis salientar foi que as APD's não são federações.
Mas repara que o que eu disse está explícito na seguinte publicação:

Tais associações são organizações parafederativas cuja finalidade principal é a promoção e o desenvolvimento, tendencialmente a nível nacional, das actividades físicas e desportivas que constituem o objecto dessas associações, desde que essas actividades não se compreendam na jurisdição própria das federações desportivas dotadas do estatuto de utilidade pública desportiva.


Ou seja, neste momento, por inexistência de federação, as associações são vistas de uma determinada forma, a meu ver errada. Ou seja, normalmente o pessoal refere-se às APD como federações. Não poucas vezes se ouvem os praticantes de airsoft a dizer "eu estou federado na ALA, APA, ADAPT" etc.

Daí existir a ideia de que já existem APD's a mais. Quando na realidade, o real papel das associações de agora é bem distinto do papel de uma federação única, a existir.

Por isso expus aquela visão sobre as APD's, que também não foi fruto da minha imaginação, mas sim simples observação e informação sobre o que se passa e passou com outras modalidades. Apenas isso.


Essa dos clubes se estarem a transformar em APD, parece que não estão
a ler bem a lei...

Pois... mas a realidade é que estão a tomar esse caminho, talvez por falta de conhecimento, como referes.
Ou então, simplesmente por não identificação com um ou outro projecto!! Ou melhor ainda, baseados naquele pensamento: "Se os outros são APD, porque é que eu também não sou"!! Enfim... podemos referir alguns "divisionismos estéreis", conforme comentaste.

E isso sim, é que começa a sobrecarregar uma futura estrutura. Isto é, numa mesma área onde existem várias APD's, quando surgir a tão desejada Federação, tendencialmente deverão surgir outras questões, como p.ex... quem será a associação daquela zona com representatividade na federação? E quem é que é uma associação e quem é que é um clube?
E com rivalidades tendencialmente pessoais que de facto existem, algo poderá encravar o processo. Mas não acredito que sejam casos significativos, quando já tenhamos atingido o patamar Federativo para a nossa modalidade.

Voltando ao início da minha intervenção, quando referiste "a proliferação incontrolada de APD e clubes", só aqui é que chamei a atenção para o real e importante papel destas figuras.

Fazendo referências concretas, eu estou inscrito na ADAPT APD. Tenho todo o interesse em estar inscrito numa associação da minha área e a qual me pode proporcionar mais direcatmente meios para a minha prática da modalidade. Poderia ainda estar inscrito num clube que por sua vez estivesse albergado pela ADAPT.
Creio ser para mim mais vantajoso estar inscrito na ADAPT, em vez de na ALA (p.ex.), pois a ALA não me proporcionaria o mesmo. Não por falta de meios ou dedicação, mas por ausência de estrutura directa, aqui no Norte.
Claro está que essa estrutura poderá ser conseguida através de parcerias e partilhas de meios entre associações e clubes de todo o país. Mas lá está, tudo fica facilitado quando localmente existe alguma estrutura.
Por outro lado, a ALA (FPA) sempre foi um projecto que nasceu e cresceu no sentido federativo, tal como p.ex. a APA (FDS). Quando algum destes projectos, ou uma fusão de ambos, chegar ao estatuto de federação, passará a reger a modalidade. Existindo várias associações devidamente espalhadas pelo país, a estrutura base está garantida. Teremos a federação em sintonia com as diferentes associações, que por sua vez estarão sintonizadas com os clubes e praticantes, sendo toda esta rede um apoio global à nossa modalidade.

Desculpa-me esta extensão toda de texto, mas creio que esta é uma visão plenamente adequada aos interesses de todos nós, enquanto praticantes de "airsoft". Todos são importantes, quando ocupam as suas devidas posições.

Abraço.

Bandeira







9
Geral / Re: Acidentes....Facebook
« em: Outubro 03, 2012, 23:11:30 pm »
MAURO MARTINS, disse no facebook:
"Acho que isso das pessoas que querem fps a menos é parvo, tando pode doer com 300, 200 ou 800 depende do jogador, acidentes acontecem..."



Gostei particularmente desta afirmação... quase convence que, dependendo do jogador, uma BB a 800fps pode "doer" menos do que a mesma a 200fps...

De facto, acidentes acontecem... mas numa mesma situação, a 800fps produzem mais danos do que a 200!!!

E se esse Mauro tem dúvidas, pode muito bem fazer um teste... nele próprio, naturalmente!!  >:(

Claro que para variar, fala-se de fps, sem dar relevância à energia em si e à BB utilizada... mas neste tipo de "pseudo-jogador", creio que o que importa é mesmo um valor alto, seja do que for!!!  :o

Enfim...










10
Rescaldos / Re: Rescaldo Op. Overlord "WW2 SERIES 2011" 26-27 fEV. 2011
« em: Outubro 03, 2012, 20:04:14 pm »
Xiii... as voltas que o mundo dá!!!!

Eu acho que são do Rambo (Screaming Eagles), mas será melhor confirmar com ele. Ou melhor, com o Fragata, pois o Rambo não anda muito por estas bandas!!!

11
Ajuda aos novatos / Re: Encomenda retida na alfandega
« em: Outubro 03, 2012, 19:11:37 pm »
Caro Snaipista:

Já passei por essa situação várias vezes, dentro das quais 3 delas com solicitação de peritagem à PSP.

Os documentos necessários para requisitares a peritagem são os anexos A, B e M que poderás obter na página da PSP.

Se a peritagem acontecer mesmo, terás um custo acrescido de 108,60€ (salvo se já sofreu alterações). Se a PSP decidir autorizar desalfandegar sem peritagem, então apenas vais pagar os custos alfandegários, os quais em Portugal são sempre uma surpresa!!! Isto porque não existe padrão algum entre o que recebes e o que pagas de despesas aduaneiras. Já tive casos de itens exactamente iguais e que pagaram taxas aduaneiras completamente distintas.

Bem... voltando ao teu caso da peritagem PSP... Das 3 vezes que tal me foi requisitado, depois de enviar toda a documentação para a PSP, sempre autorizaram desalfandegar sem peritagem. Apenas no caso de uma corrediça, me exigiram deslocar-me à DAEX (no meu caso, no Porto), para apresentar o item devidamente montado na pistola em causa. Mas não tive custo adicional algum!

Não sei porque é que nunca sofri a tal peritagem, mas penso que poderá ter sido pela forma de preenchimento dos referidos anexos.
Já tive outros dois colegas na mesma situação, e após enviarem o processo deles, usando os meus como "cábulas", aconteceu a mesma coisa. Não existiu peritagem e pagaram apenas as taxas aduaneiras. Apenas demorou foi tempo...

Não afirmo que no teu caso não possas sofrer mesmo a peritagem, pois como referi, não sei o que levou a PSP a autorizar o despacho dos itens sem a tal peritagem.
Na dúvida, podes sempre solicitar a devolução do material à proveniência. Também já optei por este método, uma das vezes em que o item não era de todo importante e eu não tinha tempo para mais um processo daqueles. No meu caso, contactei antes o vendedor e este aceitou devolver-me o preço do item, exceptuando o valor dos portes.

Perante tudo isto, tu é que deves decidir se estás disposto a assumir o risco de teres uma peritagem que te custará mais 108,60€...

Se decidires avançar, o máximo que poderei fazer é enviar-te cópias digitalizadas de um dos meus processos, para te servir de orientação. Basta disponibilizares-me o teu endereço de e-mail por PM e logo te enviarei a informação.

Espero ter sido útil.

Abraço.

César Bandeira





Mas se quiseres tentaro que posso fazer para te ajudar,



12
Noticias de Destaque / Re: ALA-FPA, APD Registada no IDP e na PSP
« em: Outubro 03, 2012, 18:28:19 pm »
Respeito e compreendo o t/ ponto de vista
(desculpa este tratamento informal, estou a seguir o comum aqui...).

Sem problema algum. Estamos num ambiente informal e aqui somos todos camaradas de "armas".
Deixemos os formalismos de parte.  ;)

Quanto ao resto, eu acho que percebi o que escreveste, mas acho que ainda existe muita confusão por aí, sobre o que são APD's e a sua finalidade.

Aqui mesmo, no PTairsoft, este assunto já foi abordado em imensos tópicos.

Creio que estás com uma ideia errada sobre o papel das APD's. E refiro-me ao papel real das APD's, pois se cada APD decidir alimentar apenas o seu próprio ego e quiser construir um mundo próprio, aí sim, estarão correctas as tuas observações.

Mas uma APD não é uma estrutura para-federativa. Tal como a sigla designa, é apenas uma promotora de desporto. Os clubes são de facto uma figura importante, mas no actual panorama e por opção de muitos deles, bem como também por desígnios da própria lei, todos se estão a tornar em APD's.

Mas a estrutura usual, em qualquer desporto, é a existência de praticantes que se encontram filiados em clubes, individualmente ou por equipas. Esses clubes ou praticantes independentes que não pertençam a clube algum, estarão filiados na sua associação desportiva local (poderá ser a nível distrital, p.ex.).
Actualmente, essas associações são designadas por APD's, até ao momento em que surja um projecto federativo devidamente reconhecido como UPD (Utilidade Publica Desportiva). Depois disso, a designação APD já não fará sentido, pois encontrar-se-á tudo devidamente reconhecido e regularizado. Ou seja, existirá uma federação que regulamentará o nosso desporto, sendo que o papel das associações e respectivos clubes se manterá no sentido de promover e desenvolver a actividade a nível local, interagindo a nível nacional.

Daí ter referido não concordar com a tua opinião sobre a "proliferação incontrolada de APD e clubes".
Compreendo esta tua observação se as APD's e clubes actualmente existentes não souberem ocupar a sua devida posição. Mas o caminho estrutural é mesmo este: jogadores e equipas, clubes, associações... até que por fim, chegará uma federação. Saliento tão-somente este caminho.

No entanto, com muitas das posturas registadas até ao momento, entendo perfeitamente as tuas observações. Mas o papel de cada entidade é fundamental para a regência concreta da nossa modalidade, num futuro cada vez mais próximo, felizmente.

Abraço.

César Bandeira

13
Noticias de Destaque / Re: Espanha prepara nova lei de airsoft.
« em: Setembro 03, 2012, 19:10:57 pm »
O QUÊ..???!!!??!!...

Uma nova lei de Airsoft e querem OUVIR as associações, convidando-as a participar???

Existe um ditado que diz que "De Espanha, nem bons ventos, nem bons casamentos". Mas sinceramente, eram "ventos" destes que deveriam chegar cá a Portugal. Isto sim, envolvimento e participação com todos os interessados!

Parece-me uma boa base para criação de uma nova lei. Vejamos o desfecho desta louvável acção de "nuestros hermanos"!

Saludos!

14
Noticias de Destaque / Re: ADAPT, APD - Redução do valor de inscrição
« em: Setembro 01, 2012, 19:32:21 pm »
Enfim...

Tenho acompanhado o desenrolar deste tópico e vejo agora que o nosso camarada Bowman, acusando alguma imaturidade, decidiu apagar as suas intervenções transcendentes.

Mas em abono da verdade, devo salientar que até compreendo a postura do Bowman. Sinceramente, porquê apresentar respostas elaboradas e perfeitamente esclarecedoras a quem só quer "ouvir" um simples SIM ou NÃO?

Cara Presidente Daniela:
Louvo o seu esforço, mas ao comunicarmos devemos sempre observar as características dos nossos "ouvintes". Tal como popularmente se diz, "para quê dar pérolas a porcos"?

Caro Bowman, ninguém te entende. Vou então tentar ajudar-te.

Pergunta nº1: A ADAPT está já reconhecida pela PSP?

Resposta nº1: NÃO.

Pergunta nº2: A ADAPT é de facto uma APD devidamente legalizada?

Resposta nº2: SIM.

Espero que te sintas esclarecido. Pessoalmente, observando as tuas exposições entretanto apagadas, acho que vais ficar confuso com estas respostas.

Daí talvez consigas perceber que por vezes, respostas tão redutoras como SIM ou NÃO, simplesmente não esclarecem assunto algum.

Mas cada pessoa é um caso. Talvez assim vejas as tuas dúvidas esclarecidas.

No entanto, para cultivares um pouco mais o teu ser, tenta pensar em algumas questões que não possam ou não devam ser respondidas com um simples SIM ou NÃO.

Exemplos:

Exemplo nº1: O Bowman é um chato do caraças e até algo estúpido?

Resposta ao exemplo nº1: Por simples análise da tua participação aqui no PT Airsoft, talvez alguém respondesse com um simples SIM ou NÃO.
Mas eu acho que tal não poderá ser colocado nestes termos, pois na realidade, por muito que escrevamos e discutamos aqui entre nós, não podemos concluir de forma 100% segura sobre o caracter de uma pessoa. Por isso, acho que seria ridículo responder a uma pergunta destas com um simples SIM ou NÃO, sem pelo menos fundamentar a respectiva opinião.

Exemplo nº2: O Bowman percebe o que por vezes aqui se escreve?

Resposta ao exemplo nº2: Outro exemplo clássico... Eu responderia NÃO SEI, pois cada pessoa é um caso distinto e a percepção sobre um mesmo facto poderá variar de indivíduo para indivíduo. Aliás, eu até teria algum receio de responder a esta questão, pois correria o risco de tu só leres a primeira palavra (NÃO) e lá estaria lançado mais um celeuma neste tópico.


Espero ter conseguido ajudar-te, camarada Bowman.
Um dia destes ainda nos encontramos e vamos tomar um copo, só para nos rirmos da nossa estupidez.


Abraço.

César Bandeira

15
Acessórios / Re: febre dos mosfets...
« em: Agosto 31, 2012, 19:12:53 pm »
Então pelo que percebi, é uma junção das duas caracteristicas e não só uma que determina se vamos lixar os contactos eléctricos ou não... certo??

cumps

Boa tarde Guilz:

Apenas te referi o tópico, para te ajudar na escolha entre a Lipo 7.4 25C e uma 11.1 15C, conforme tinhas referido anteriormente. Isto porque só tinhas referido tensões, quando deves de facto observar o binómio tensão/corrente, bem como o factor C da bateria.

No que respeita aos contactos electricos das nossas AEG, a potência das baterias apenas vai gerar um desgaste dos mesmos, de uma forma mais ou menos rápida.
Ou seja, se escolheres uma bateria adequada à tua réplica e utilização, os contactos electricos desgastam-se de uma forma mais gradual. Se utilizares uma bateria com enorme capacidade e com muitos C's, então podes apostar num desgaste muito mais rápido e pronunciado dos mesmos contactos.

Os contactos vão-se desgastando principalmente pelo arco electrico que é provocado entre eles, por cada vez que carregamos no gatilho. E esse arco electrico é tão maior, quanto for a potência da bateria. E para baterias similares, em termos de potência, uma de tensão menor mas corrente maior, comparada com uma de tensão superior e corrente menor, a primeira desgastará mais rapidamente os contactos (isto partindo do princípio que estamos a falar do mesmo factor C).

Mas uma coisa é certa: numa AEG, mais tarde ou mais cedo, os contactos electricos vão à vida, pois tal como todas as outras peças de uma "gearbox", são peças de desgaste. Podes é tratar de atrasar consideravelmente o processo.

Aqui reside uma das principais vantagens dos circuitos "Mosfet". Por si só, um mosfet é apenas um relé de estado sólido, ou seja, um componente electrónico sem movimento físico, que é usado para comutar potência.
Ao utilizá-lo, estamos a desviar a comutação de potência da bateria para o motor, através do mosfet, e não através dos contactos electricos da AEG. Nestes, apenas passará uma ínfima corrente de comando que dará ordem ao mosfet para comutar. Com isto, além de pouparmos imenso os contactos electricos e de os tornarmos bastante mais duráveis, pois não estarão sujeitos ao referido arco electrico, a sensibilidade do gatilho fica bem mais interessante. Isto porque, como no contacto electrico só irá passar uma corrente muitíssimo fraca, a condutividade electrica será bastante mais facilitada.

O Mosfet em si, é tão-somente para isto que serve. Agora, no mercado existem muitos circuitos chamados de "mosfet", como alguns aqui referidos, mas que na realidade são bem mais do que isso, pois podem ter controlo de posicionamento, com travagem "forçada", programação de "burst", regulação de cadência, etc. Na realidade, deveriam ser designados por "centralinas" (p.ex.), pois têm bem mais electrónica do que um simples Mosfet.

Pessoalmente, utilizo apenas circuitos Mosfet simples, para potenciar a longevidade do contacto electrico e melhorar o desempenho electrico das minhas AEG, em termos de sensibilidade e rapidez de resposta ao gatilho.

Não me preocupo demasiadamente com o posicionamento específico das gears, a cada disparo, pois não considero isso demasiadamente relevante em termos da minha prática da modalidade.

Além disso, um simples mosfet já melhora consideravelmente o posicionamento das gears a cada disparo. Nada que se compare com as tais referidas "centralinas", pois estas sim, são precisas nesta acção.
Mas como a comutação da potência passa a estar independente do contacto electrico e da sua resistividade electrica e também mecânica, o sinal comutado para o motor através do Mosfet é muito mais constante do que por acção única do contacto electrico do gatilho. Logo, ocorre também uma melhoria no posicionamento das "gears" (realçando uma vez mais, que é apenas uma consequência do uso do mosfet e não um efeito programável, nem tão preciso como com as "centralinas").

Espero ter ajudado.

Abraço.

Bandeira

Páginas: 1 2 3 ... 5