ptairsoft.org
[PT] Airsoft


Mostrar Mensagens

Esta secção permite-lhe ver todas as mensagens colocadas por este membro. De realçar que apenas pode ver as mensagens colocadas em zonas em que você tem acesso.


Tópicos - kazor

Páginas: 1 2
1
Noticias de Destaque / Directiva 6/2017
« em: Junho 30, 2017, 23:07:53 pm »
O que fazem as APD's? Legislativamente estamos a andar para trás!

https://dre.pt/web/guest/pesquisa/-/search/107598789/details/normal?l=1

2
Marcação / Airsoft Solidário no Litoral Alentejano
« em: Junho 12, 2017, 11:05:56 am »

3
Noticias de Destaque / Despacho nº 5647/2014
« em: Abril 29, 2014, 13:04:05 pm »
Foi publicado hoje, dia 29 de Abril de 2014, em Diário da República, o Despacho nº 5647/2014:
Citar
Polícia de Segurança Pública

Direcção Nacional
Despacho n.º 5647/2014
Em execução do disposto no n.º 1 e no n.º 3 do artigo 3.º da Lei n.º 50/2013 de 24 de Julho determino o seguinte:
1.º As entidades licenciadas para o exercício da actividade de diversão devem requerer ao director nacional da Polícia de Segurança Pública autorização para a aquisição e para a utilização, em estruturas ou veículos, de reproduções de armas de fogo para práticas recreativas em feiras de diversão, feiras e mercados ou em recintos itinerantes e improvisados.

2.º O requerimento deve ser apresentado para cada estrutura ou veículo e deve conter:
a) O número de reproduções de armas de fogo para práticas recreativas que a entidade requerente pretende utilizar na estrutura ou veículo;
b) A identificação dos responsáveis pela segurança na utilização das armas.

3.º O requerimento deve ser acompanhado de:
a) Cópia de documento de identificação da entidade requerente;
b) Cópia de identificação fiscal;
c) Prova do tipo de actividade desenvolvida pela entidade/requerente;
d) Prova da certificação do equipamento efectuada por organismo de inspecção acreditado para o efeito pelo Instituto Português de Acreditação, I. P. (IPAC, I. P.), no âmbito do Sistema Português da Qualidade).

4.º A utilização das reproduções de armas de fogo para práticas recreativas instaladas em estruturas ou veículos, em feiras de diversão, feiras e mercados ou em recintos itinerantes e improvisados deve obedecer às seguintes regras:
a) Só deve ser admitida na presença de um responsável pela segurança na utilização das reproduções de armas de fogo para práticas recreativas;
b) Quando utilizadas, não podem ser separadas ou retiradas da estrutura ou veículo;
c) Não é permitida a utilização por pessoas que aparentem estar sob a influência do álcool ou substância psicotrópicas;
d) Deve ser interrompido o seu funcionamento por mecanismo de segurança quando a mesma seja desviada da direcção da zona de tiro.

5.º Os veículos ou estruturas devem:
a) Estar equipados com mecanismo que permita a fixação das armas através de cabo de aço ou corrente;
b) Ter instalado na zona de tiro, um sistema de recolha ou amortecimento dos projécteis, podendo ser substituído por um para-balas em material duro com inclinação descendente de 45°, evitando que haja ricochetes;
c) Os formulários para requerer, a autorização de compra, a autorização para a utilização das reproduções de armas de fogo para práticas recreativas, bem como para a comunicação às autoridades policiais nos termos do n.º 3, são disponibilizados no sítio da PSP.
3 de Abril de 2014. — O Director Nacional da Polícia de Segurança Pública, Luís Manuel Peça Farinha, superintendente.
207770747

4
Noticias de Destaque / Alteração à Lei nº 5/2006
« em: Julho 24, 2013, 13:05:44 pm »
Foi hoje publicada no Diário da República mais uma alteração à Lei nº 5/2006, que inclui uma substancial alteração no que toca à utilização de RAFPR:
Citar
Lei nº 50/2013
...
Artigo 3.º
Aquisição e utilização de reproduções de armas de fogo para práticas recreativas em determinados locais
1 — As entidades licenciadas para o exercício da atividade de diversão podem, mediante autorização do Diretor Nacional da Polícia de Segurança Pública (PSP), adquirir reproduções de armas de fogo para práticas recreativas, para utilização exclusiva em equipamentos de diversão com certificado de inspeção e instalados em feiras de diversão, feiras e mercados ou em recintos itinerantes e improvisados.
2 — A autorização referida no número anterior tem a validade de um ano, sendo renovável por iguais períodos.
3 — Os requisitos necessários para a concessão da autorização a que se refere o n.º 1 e as condições para a utilização das armas ali indicadas são definidos por despacho do Diretor Nacional da PSP.
4 — A utilização de reproduções de armas de fogo para práticas recreativas a que se refere o n.º 1 depende de prévia comunicação à força de segurança territorialmente competente, efetuada com a antecedência mínima de cinco dias.
5 — Quem, sendo titular da autorização prevista no n.º 1, não efetuar a comunicação a que se refere o número anterior, é punido com coima de € 150 a € 1000.
6 — A utilização de reproduções de armas de fogo para práticas recreativas em violação das condições para a utilização a que se refere o n.º 3 é punida com coima de € 750 a € 7500.
7 — Ao disposto no presente artigo aplica-se o regime jurídico das armas e suas munições.

5
Off-topic / Revista espanhola "Armas"
« em: Abril 28, 2012, 21:32:31 pm »
Alguém sabe o que se passa com a revista espanhola "Armas"?

A última edição que consegui encontrar à venda foi a de Outubro/2011, este ano ainda não consegui encontrar nenhuma à venda.

O próprio site da revista desde Fevereiro que não é actualizado, efeitos da crise?

6
Off-topic / Canal TV airsoft
« em: Fevereiro 26, 2012, 15:32:55 pm »
Já alguém se deu ao trabalho de criar um canal de TV de airsoft no MEO Kanal?

7
Geral / Ainda a pintura das réplicas...
« em: Agosto 20, 2011, 18:04:16 pm »
Esta manhã passei na loja da Worten em Grândola e de repente parei estupefacto, numa das prateleiras estavam duas destas embalagens:

Trata-se de uma réplica da Walther P99 para a Nintendo WII, uma réplica que fora da caixa tem este aspecto:


Então porque carga de água a minha Marushin P99 tem de estar pintada desta forma?


Em que é que a minha réplica de airsoft é mais perigosa do que esta réplica para a Nintendo WII?

8
Geral / Terá hibernado a FPA?
« em: Junho 25, 2011, 15:17:36 pm »
Sabendo que mesmo este texto será brevemente eliminado, nem me dei ao trabalho de o transcrever... Limito-me a deixar o link:

http://www.armleg.com/kazor/viewtopic.php?p=560&mforum=kazor#560


Nenhum praticante de airsoft em Portugal está satisfeito com a legislação que rege a nossa actividade...
 
A última alteração da lei das armas, acabou por contemplar os interesses da PSP ao transcrever para a lei algo que supostamente iria ser publicado numa Norma da PSP que segundo o texto remetido ao Grupo de Trabalho das Armas e Munições da Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, pela Federação Portuguesa de Airsoft, estava a ser negociado entre eles e a PSP...
 
Eu estive presente perante o referido Grupo de Trabalho, representando 1.050 praticantes de airsoft, que subscreveram a petição que criei. De nada serviu... Estava a contrariar princípios que uma pseudo federação da modalidade dizia concordar/negociar, por isso quando saí da audiência e entrou o director nacional da PSP e o director do Departamento de Armas e Explosivos da PSP, que foram dar a conhecer o conteúdo da sua Norma Técnica, o Grupo de Trabalho ignorou por completo a petição!
 
Atenção que esta federação no seu site define-se da seguinte forma:






Citação:
 




"A Federação Portuguesa de Airsoft APD é a entidade de regulamentação do Airsoft em Portugal e a directa representante da camada de jogadores nacionais."

 
Nós os praticantes de airsoft em Portugal sabemos da irrealidade desta afirmação, mas as entidades externas não o sabem e presumem-na como verídica...
 
Então urge questionar como é possível que uma entidade que se assume dessa forma se encontre à quase 5 meses num pseudo processo de eleições?
 
Será que isto credibiliza o airsoft nacional? De certeza que não! Urge então que a FPA concretize a eleição da sua nova direcção ou então pura e simplesmente se extinga em vez de continuar a pretender representar a modalidade em termos nacionais e dessa forma apoiar alterações legislativas que só prejudicam quem pratica airsoft!



Facilitei-lhe a vida, Kazor!

9
Geral / As páginas das APD's
« em: Maio 12, 2011, 16:18:53 pm »
Que no geral a maioria das APD's do airsoft liga pouco para a informação online, já todos sabemos!
O que não deixa de ser estranho em organismos que se pretendem ser de cariz nacional, pois só quem vai à porta pode saber da informação...
Infelizmente temos mais uma exemplo dessa metodologia!
A página da FPA deixou de estar operacional porque a conta foi suspensa!

10
Noticias de Destaque / Lei nº 12/2011
« em: Abril 27, 2011, 11:50:38 am »
Foi publicada hoje no Diário da República a Lei nº 12/2011 que constitui a última alteração à Lei nº 5/2006, mais conhecida como a 'Lei das armas'.

11
Geral / O desporto e o airsoft
« em: Março 26, 2011, 00:09:25 am »
Ao longo dos anos tem sido efectuadas adaptações de varias modalidades de tiro desportivo ao airsoft, até eu que tenho pouco tempo disponível e ainda menos dinheiro, já participei numa prova de biatlo de airsoft e noutra de tiro prático de airsoft.
Mas existem ainda muitas outras possibilidades, hoje ao remexer nos meus arquivos deparei-me com um texto sobre os 'Percursos de Campo com Arco ou com Besta' e não pude deixar de pensar que com pouco trabalho poderia ser adaptado ao airsoft.
Deixo aqui o texto para o caso de alguém querer analisar a ideia.
Percurso de Campo com Arco ou com Besta

13
Geral / Licenças das armas sobem até aos 400%
« em: Fevereiro 12, 2011, 14:44:07 pm »
Ao longo do tempo tenho visto nos fóruns inúmeras pessoas defenderem que a solução para a legalização do airsoft seria passar a existir a emissão de um licença de uso e porte de arma para as nossas réplicas...

Independentemente de toda a burocracia inerente a esse processo, que por norma demora mais de um ano e implica a frequência de uma acção de formação homologada pela PSP, temos mais uma vertente...
Citação de: Correio da Manhã 2011/02/12
Um projecto de portaria do Ministério da Administração Interna (MAI) prevê aumentos até 400% nas taxas e licenças aplicáveis no âmbito da Lei das Armas.

Os caçadores, entre os mais afectados pela subida de preços, reagiram ontem com "indignação" pela voz de Jacinto Amaro, presidente da Federação Portuguesa de Caça: "Se a portaria for por diante, o MAI irá ficar com milhares de armas, pois faremos questão de num só dia as entregarmos todas." A licença de uso e porte de arma do tipo C, a mais usada na actividade, sobe de 85 para 185 euros (mais 117,64%).

Nos restantes tipos, o crescimento ronda os 120%. Os alvarás de armeiro passam a custar entre os 330 e os 3255 euros (mais 117% a 120%) e os alvarás e licenças para carreiras e campos de tiro entre os 545 e os 2390 euros. Os alvarás de entidades formadoras sobem 300%, ou seja, para os mil euros. A proposta de actualização da Portaria 934/2006 inclui outros aumentos, que no caso da importação ou exportação de armas podem chegar aos 400%.
Realmente a solução seria pagarmos por cada renovação da licença mais do que custa uma réplica?

14
Geral / O associativismo no airsoft
« em: Fevereiro 09, 2011, 10:41:27 am »
A revista Airsoft Internacional de Novembro de 2010, trazia um anúncio que me fez reflectir sobre as diferenças na democracia no airsoft entre um regime republicano democrata e um regime monárquico:

UKAPU
United Kingdom Airsoft Player's Union


Daqui a poucos dias, em 20 de Novembro, haverá outra primeira vez para o airsoft no Reino Unido - A primeira Assembleia Geral da UKAPU acontecerá em Worcester, Inglaterra. Durante o encontro acontecerão eleições para escolher os membros do Comité para 2010/2011. Qualquer membro da UKAPU pode candidatar-se às eleições para membro do Comité e se você está preparado para uma posição no Comité estamos ansiosos por o ver lá.

Todos os membros da UKAPU tem direito a um voto, possam ou não estar presentes. Neste momento todos os membros devem ter recebido e devolvido um formulário de voto postal, a não ser que tenham decidido aguardar e votar presencialmente. Depois do Comité ser escolhido por voto, as posições de gestão serão decididas por cooptação. A UKAPU é a primeira e única associação de jogadores de airsoft que terá um Comité democraticamente nomeado. Esperamos que este seja um grande passo em frente para a UKAPU. É extremamente importante para uma associação de jogadores ser gerida para e pelos próprios jogadores. Uma das coisas importantes a referir sobre o Comité da UKAPU é que apenas jogadores sem interesses comerciais no airsoft podem ser membros do Comité. Porque é isto importante? Significa que não existem conflitos de interesses com os objectivos de lojas e donos de campos que já são representados pela UKASGB e UKARA. Os presidentes de ambas, a UKASGB e UKARA, foram também convidados para assistirem à Assembleia Geral da UKAPU para um fortalecimento das relações entre as três associações.

Que outras primeiras vezes poderão ser alcançadas no próximo ano? Não podemos esperar para descobrir!

Se já se inscreveu na UKAPU - Um grande obrigada. A inscrição anual na UKAPU é possível por apenas 7,00€ em www.ukapu.org.uk.

Chris Neil - United Kingdom Airsoft Players Union

15
Geral / Japão, o país sem armas
« em: Janeiro 17, 2011, 23:49:16 pm »
A revista espanhola ARMAS, de Setembro de 2010, trazia uma interessante reportagem sobre o airsoft no Japão.

Traduzi o artigo no meu blog.

Japão, o país sem armas



Páginas: 1 2