ptairsoft.org
[PT] Airsoft


[REVIEW] "Seals" (ACM) EGLM Grenade Launcher

Sneakiest

  • [PT]Airsoft - Member
  • *
    • Mensagens: 640
    • Ver Perfil
em: Fevereiro 08, 2012, 11:39:38 am
Derivado de ter a minha SCAR parada de momento para arranjos na minha loja local e de ter comprado este pequeno brinquedo recentemente, decidi fazer um pequeno review a esta peça/arma/acessório pois acho que merece a atenção.

Primeiro que tudo, para quem não conhece, o EGLM é um lança granadas de 40mm desenhado e fabricado pelos Belgas/Americanos da FN-Herstal com o intuito de acompanhar as suas armas SCARs Mk. 16 e Mk. 17 (mais comunalmente conhecidas como as SCAR-L e SCAR-H, respectivamente). O EGLM por sua vez deriva do GL1 originalmente desenhado para ser usado com a F2000 da FNH.

Esta versão fabricada pela marca "Seals" é salvo erro uma cópia da versão do EGLM da VFC. Ao contrário da versão da ARES/STAR, este cabe em todas as SCARs, até mesmo as da Classic Army, sendo que a minha é uma SCAR-H da mesma marca. Caberá portanto até em DBoys antigas, pois são clones das CAs e certamente caberá nas mais recentes, que são clones da VFC.

Comprei-o (passo a publicidade...) na GreenStrikes por 79 euros porque o meu mecânico, sabendo que adorava conseguir meter o EGLM na minha arma, sabia que não tinha conseguido o fazer e num dia que me era suposto apenas trocar algumas peças na arma, aparece-me das traseiras da loja com um EGLM montado na minha arma e contribuiu para a minha carteira levar com um rombo, deu-me um sorriso completamente estúpido seguido de guinchos de felicidade ao ver aquela beleza. ;D

Aos interessados, ainda têm lá uma carrada deles e mete dó vê-los ali parados.

Apenas teve de levar com ligeiras modificações. Não sei ao certo o quê, mas quem mo fez disse que não foi fácil. Acho que nas WEs, VFCs, etc não há a mesma dificuldade.

Anyway, on with the review.

"Seals" EGLM Grenade Launcher

Primeiras impressões
A caixa e os respectivos conteúdos:



O EGLM e os dois módulos de disparo e para o carregador, para a -L (versão 5.56 da SCAR, carregadores STANAG (M4)) e para a -H (versão 7.62, carregadores largos e rectangulares).

O EGLM em si:

A primeira coisa que se nota ao pegar na peça é o peso. Não é própriamente pesado, mas também não é leve, devendo pesar pouco mais de 1 kg quando montado com o respectivo módulo. Apesar de ser em maioritáriamente em plástico, estimo que pesará mais ou menos o mesmo que um M203 de airsoft.

O número de série é individual.


A segunda coisa a se notar é a robustez da peça. Nada abana no módulo, parece uma única peça. O cano interior, a boca do mesmo e o botão para abrir o GL são em metal e não parecem ser feitos pot metal, o metal é bastante denso.


É nítido contudo perceber onde pouparam dinheiro na construção - no plástico. O acabamento é bastante imperfeito com muitas arestas e marcas de moldagem. Parece decentemente denso, mas muito longe da qualidade dos polimeros utilizados por exemplo no material da Magpul PTS. Diria que aguentará com abuso, mas qualquer pancada forte não o partirá mas deixará um risco óbvio. Quem tiver em casa qualquer material clone do material da PTS sabe perfeitamente o tipo de plástico a que me refiro, é da mesma qualidade.

Apesar disso, o aspecto e qualidade geral da peça são bons, sendo que a questão dos plásticos apenas incomodará os puristas de detalhes e felizmente as zonas mais cruciais onde se colocam as mãos estão isentas dessas imperfeições. Isso inclui o acabamento axadrezado onde se colocam as mãos. É importante reforçar aqui que o EGLM é bastante barato para a peça que é e estou mais que satisfeito com a qualidade de materials excepto um par de peças (menciono mais à frente).

Os módulos incluídos:


Os módulos individuais também reflectem a mesma qualidade de construção e ambos funcionam e encaixam perfeitamente sem folgas. Variam apenas no tamanho consoante o carregador que a arma leva.

Encaixe e funcionamento
Sem uma granada no GL, monta-se o módulo respectivo para a arma puxando o pino do módulo para fora - o pino não sai, a propósito, é daqueles auto-retentores -, encaixando o módulo ao GL num angulo de 45º, pressiona-se o botão de disparo para dentro, alinha-se o módulo com o GL, solta-se o botão de disparo e tranca-se o pino.


O EGLM pronto a ser montado:

Para ser montado na SCAR, apenas de tem de puxar as duas patilhas para fora, colocar o EGLM e fechar as mesmas sendo necessária bastante força para fechar as patilhas, por outro lado, o GL fica absolutamente preso na arma sem qualquer movimento. O EGLM pode ser montado numa calha RIS sem os módulos que inclui e pode-se disparar carregando no botão traseiro. Isto permite que o mesmo seja montado e utilizado por exemplo numa M4, desde que encaixe no respectivo RIS.

Para se carregar o EGLM com uma granada carrega-se no botão do lado esquerdo e a porção frente do módulo salta da sua posição com um trabalhar robusto, sem folgas.


A frente do EGLM pode ser rodada para a esquerda ou para a direita conforme a mão do utilizador para se trocar/colocar a granada a usar.

Pormenor de abertura e o faux rifling:


Coloca-se a granada, puxa-se novamente a frente com força como se se estivesse a armar uma caçadeira, o cano faz uma ligeira rotação e a peça encaixa perfeitamente. Novamente, zero folgas.

Para disparar é bastante óbvio, puxa-se o gatilho do módulo ou pressiona-se o botão no EGLM; o módulo inclui ainda uma simples segurança manual que se activa pressionando para dentro (do lado direito). Para se desactivar, pressiona-se para dentro, mas do lado oposto do GL.

E aqui está a peça que referi que tenho algumas dúvidas quanto à sua resistência:


Os módulos são dum funcionamento bastante simples, sendo que ao puxar o gatilho, duas placas de metal puxam o gancho que fica enfiado no interior do GL e puxam o botão de lançamento. A questão é que a qualidade do metal destas duas placas de metal para mim me parece metal muito, muito duvidoso. Até agora tem aguentado perfeitamente o uso mas muito sinceramente parece-me um metal muito pouco denso e fino.

Aspecto final na réplica:

Infelizmente, devido à SCAR estar encostada para já, apenas consegui tirar fotografias com o corpo da arma, mas dá uma ideia geral do aspecto da peça montada. Fica absolutamente brutal. :)

Os carregadores da arma inicialmente custam um bocado a entrar mas ao fim de algumas tentativas já entram e saem como se o GL nem lá estivesse.

Conclusões
O EGLM da "Seals" é uma excelente peça considerando a razão qualidade/preço. Funciona perfeitamente e de forma robusta, a qualidade de construção é no geral boa, o plástico certamente não é o melhor e aquelas duas placas de metal fino causam-me algum medo. No geral, estou bastante satisfeito com a peça considerando o excelente preço que paguei por ela. Peca apenas por ser feito quase exclusivamente para a SCAR, mas isso é defeito do design do original e não da cópia em questão.

Fica muito mais barato que o da VFC. Recomendo vivamente para quem tenha uma SCAR.


Carapeto

  • [PT]Airsoft - Member
  • *
    • Mensagens: 124
    • Ver Perfil
Responder #1 em: Maio 04, 2015, 14:03:23 pm
funciona noutra arma sem ser a SCARs ?


Jun

  • [PT]Airsoft - Member
  • *
    • Mensagens: 453
  • "I kill the enemy, but do not hate them."
    • Ver Perfil
Responder #2 em: Maio 07, 2015, 23:36:37 pm
funciona noutra arma sem ser a SCARs ?

Pelo que percebi pode:

O EGLM pode ser montado numa calha RIS sem os módulos que inclui e pode-se disparar carregando no botão traseiro. Isto permite que o mesmo seja montado e utilizado por exemplo numa M4, desde que encaixe no respectivo RIS.
"What, you don't like my cooking?"